domingo, 30 de setembro de 2012

Um pouco sobre Magno Oliveira

Magno Oliveira em Santos onde mora o amigo Roberto Prado

       Um pouco sobre Magno Oliveira

Magno Oliveira nasceu na cidade de Santa Isabel (SP) no dia 01 de Maio de 1992, feriado do dia do Trabalhador. Por dois anos morou na cidade de Arujá (SP) com seus pais, porém após a separação de seus pais foi morar em Santa Isabel na casa dos avós. A separação ocorreu coincidentemente no dia 01 de Maio de 1994 dia em que faleceu o piloto brasileiro Ayrton Senna e aniversário do poeta com então Dois anos de idade. Ayrton Senna mais tarde viria a ser tornar um dos maiores ídolos do poeta.

Com os parentes maternos morou até os seus Oito anos de idade, pois nessa idade sua mãe se casou novamente e se mudou para a cidade de Poá. Cidade qual até hoje vive, mora e trabalha.

A poesia entrou na vida de Magno Oliveira no mesmo período em que começou a conhecer MPB e o rock nacional dos anos 80. Em 2006 começou a escrever os primeiros versos de amor com o passar do tempo passou a adotar outros temas e outras inspirações, desde 2009 passou a publicar seus escritos.

Alguns Trabalhos

Poesia Poá Exposição Revelando Poá 2009
Poesia Amazônia publicada 1° edição do jornal Mídia Ambiental 2009
Responsável pelo Blog de Crônicas e Poesias 2009 - 2010
Responsável pelo Folhetim Cultural 2010 – Atualmente
Poesia Heroico Sorriso publicada no livro Antologia Poética do Concurso de Poesias Augusto dos Anjos 2011
Poesia Amazônia publicada no site Apoema 2012
Poesia Heroico Sorriso publicada no Blog Spiderwebs 2012
Poesia Poá exposta na casa da Estação em 2012 (Aniversário da cidade)
Publicações nos sites: Recanto das Letras, Editora Pro Texto, Site de Poesias e Poesias On Line desde 2011.
Poesia Heroico Sorriso publicada no Blog Bar do Escritor 2012
Organizador do evento exposição 2 Artes, Varal de Poesias e articulador local do projeto Um Poema Em Cada Árvore em 2012

sábado, 29 de setembro de 2012

Poeta Magno Oliveira faz homenagem a Hebe Camargo

Hebe Camargo agora está com as amigas Dercy Gonçalves e Nair Bello e o amigo Ronald Golias. Hoje o Brasil perde uma brasileira? Certo. Perde uma comunicadora? Certo. Perde uma mulher que representa luta e beleza?  Certo. Mas mais certo que isso é o Brasil perdeu a melhor comunicadora da tevê brasileira, perdeu um pouco de alegria, perdeu um pouco de tudo que é bom. Lá no céu vai ser uma festa com estas 4 pessoas que lá estão. E olha que têm mais um montão de pessoas que nós sentimos falta. Vai Hebe Camargo vai encher de selinhos os que já nos deixaram. Vai Hebe, vai Hebe, pois você precisa levar seu talento lá para cima porque aqui em baixo nós nos viramos sentindo saudade e reverenciado você musa loura da tevê. UM SELINHO EM TI.

Uma homenagem a Hebe Camargo e as pessoas que fazem parte do time do bem que no final vai vencer.

Poesia: De qual lado você está?

Ela se foi nessa madrugada
E quando morre os imortais é que eu vejo que eu não sou nada
Irei um dia também
Espero até o fim fazer parte do time do bem
E o time do bem faz amor e não guerra
O time do bem acredita num dia melhor para o Planeta Terra

O time do bem pede desculpa quando erra
Eu sou do time do bem
E você pode fazer parte dele também...
Deus está do lado do bem?
Deus está do lado de quem vai vencer!
E você de que lado está?
Quero alguém para esta noite conversar
Quero alguém para me ouvir
Quero alguém que possa os meus sonhos sentir
Quero alguém
Para fazer parte do time do bem
Comigo também... 



Magno Oliveira




A apresentadora Hebe Camargo, ícone da TV brasileira        

Morre em São Paulo, neste sábado (29/09) a apresentadora Hebe Carmargo, aos 83 anos, vítima de uma parada cardíaca.

Hebe ficou internada pela útima vez em agosto, no Hospital Albert Einstein, no Morumbi, para “tratamento de suporte nutricional e metabólico”, conforme boletim médico.
 Contudo, nos últimos dois anos, Hebe passou por várias cirurgias e tratamentos contra o câncer. Em janeiro de 2010, a apresentadora ficou 12 dias internada para retirada de nódulos na região do peritônio e iniciou tratamento quimioterápico. Em 2011, fez novas sessões de quimioterapia preventivas. Em março de 2012, passou por uma cirurgia de emergência para retirar um tumor que causava obstrução intestinal, ficando 13 dias no hospital. Em junho, realizou uma nova cirurgia de emergência para retirada da vesícula. No mês de julho, segundo o sobrinho Claudio Pessutti, ficou internada por cinco dias para a realização de exames.

Biografia
Nascida em Taubaté (SP), a 130 km da capital, Hebe Maria Monteiro de Camargo Ravagnani começou a carreira cantando. Entrou para a TV logo após a fundação da primeira emissora brasileira, a TV Tupi, onde ela fazia aparições nos programas como cantora.

Estreou como apresentadora em 1955, no programa “O mundo é das mulheres”, na TV Carioca, a primeira atração voltada especialmente para mulheres. Antes disso, havia substituído Ary Barroso no programa de calouros apresentado por ele.

Depois disso, a apresentadora ficou afastada da TV por um período, até que em 1966 estreou o dominical que levava seu nome na TV Record. A atração contava com o músico
Caçulinha e era líder de audiência. Foi responsável por dar espaço para novos talentos ligados à Jovem Guarda.

Para dedicar-se ao filho, Hebe ficou afastada da televisão por cerca de dez anos, quando voltou a aparecer na TV Bandeirantes. Em 1985, aceitou o convite do SBT para comandar uma atração na emissora. Em quatro de março de 1986, entrava no ar o “Programa Hebe”, comandado por ela até 2010. Em dezembro do mesmo ano, Hebe assinou contrato com a RedeTV e estreou na emissora em março de 2011, onde ficou até este mês, quando acertou retorno ao SBT.
Segundo a assessoria do SBT, ela estava muito feliz com a volta à emissora.

Nome completoHebe Camargo Ravagnani
Nascimento8 de março de 1929
Morte29 de setembro de 2012 (83 anos)

OcupaçãoCantora, apresentadora de televisão e atriz.
Principais trabalhosHebe
Baylene em Dinossauro
Ela mesma em Primo Basílio
Rainha-mãe em Xuxa e o Mistério de Feiurinha

Retirado:
http://expressaoeliberdad.blogspot.com.br/2012/09/edicao-especial.html?spref=fb

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Em 2011 poesia Heroico Sorriso foi publicada em livro

Capa do livro
O concurso de poesias Augusto dos Anjos foi organizado pela editora Videira  e Isaac Almeida Ramos. Magno Oliveira enviou a poesia de sua autoria Heroico Sorriso e ficou entre os selecionados por isso este livro conta com a sua participação.

Veja a Poesia Heroico Sorriso Também em:

Blog Spider Web: Heroico Sorriso
Folhetim Cultural na coluna poética de Magno Oliveira


"No primeiro semestre de 2013 irei lançar meu primeiro livro de poesias e Heroico Sorriso fará parte do livro com certeza". Magno Oliveira

Heroico Sorriso


Seu corpo é mais que um paraíso
Ele é meu refúgio e esconderijo.
Nas noites frias faço dele meu abrigo,
Em pensamento viajo em suas curvas
Encaro meus fantasmas, mantendo a fé no seu heroico sorriso.
Encarar a realidade, meus medos, minhas fraquezas
É difícil, mas encará-los é preciso.
O seu corpo de mulher,
O seu sorriso de menina
Me mantém firme, ainda tenho fé
A esperança assim nos ensina
Aprendi com você, a base é o verdadeiro ombro amigo
Se o encanto um dia acabar, ainda me leve consigo.
Eu não minto, não finjo,
Mantenho minha personalidade
Buscando a felicidade.
No caminho podemos sangrar
Mas quando formos nos encontrar
Mantenha seu heroico sorriso.


Magno Oliveira

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Poesia Amazônia de Magno Oliveira

Em 2013 Magno Oliveira pretende lançar seu primeiro livro de poesias

Magno Oliveira é poeta e blogueiro. Em 2013 pretende publicar seu primeiro livro de poesias. Em 2011 teve a poesia Heroico Sorriso publicada no livro Antologia Poética do 1° Concurso de Poesias Augusto dos Anjos. É o responsável pelo Blog Folhetim Cultural que pelo terceiro ano seguido foi indicado ao prêmio Top Blog Spot sendo ano passado finalista na modalidade Cultura.
Magno Oliveira já teve a poesia Amazônia publicada em edição anterior desta revista. A poesia Amazônia já foi publicada em jornal e blogs. 

Poesia: Amazônia

As aves não mais voam
Os peixes não mais nadam
Os pássaros não mais cantam
As pessoas não mais se amam.

Tudo isso por culpa do homem e a sua maldade
Tudo por culpa do homem e a sua falta de caridade.

As nossas matas desmatadas
As nossas florestas devastadas
Nossos animais em extinção
Nosso medo da poluição.

A Amazônia é nossa devemos protege lá
A Amazônia é nossa devemos ama lá.
Viva o verde, viva a Amazônia,
Viva os índios, viva a alegria.


quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Enquanto lia Mark Twain

Magno Oliveira é poeta e blogueiro. Em 2013 pretende publicar seu primeiro livro de poesias. Em 2011 teve a poesia Heroico Sorriso publicada no livro Antologia Poética do 1° Concurso de Poesias Augusto dos Anjos. É o responsável pelo Blog Folhetim Cultural que pelo terceiro ano seguido foi indicado ao prêmio Top Blog Spot sendo ano passado finalista na modalidade Cultura. Este micro conto abaixo foi publicado recentemente na Revista Varal do Brasil edição especial do livro. Magno Oliveira já teve a poesia Amazônia publicada em edição anterior desta revista. A poesia Amazônia já foi publicada em jornal e blogs. 


Enquanto lia Mark Twain

   Censine lia no ônibus um livro do escritor Mark Twain, uma garota ao lado o observava, observava mais o livro do que ele. Ela observou tanto, que não hesitou em perguntar lhe:

   --- O que é isso?

   --- Livro – ele respondeu.

   --- Posso ver? – A moça disse já estendendo a mão para pega lo.

   Sem responder ele passou o livro para ela. Ela o tomou pelas mãos, olhou a página que Censine estava lendo, olhou a outra, olhou a capa, a contra capa, viu as outras páginas. Os olhos da moça brilhavam muito, parecia que nunca tinha visto aquilo, parecia olhar para um ser vindo de marte, Júpiter ou qualquer outro planeta.

    Ele não se conteve e disse a ela: --- É de ler e não de comer, viu?