sábado, 31 de outubro de 2015

MEMBROS DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ PODERÃO FAZER VISITA TÉCNICA À CASA DOS CONSELHOS

Visita Técnica

Os conselheiros poderão fazer visita técnica ao espaço da Casa dos Conselhos, esta visita foi articulada pelo conselheiro Magno Oliveira. “É importante conhecermos estruturalmente a casa, saber o que ela pode oferecer a nós e ao público. Será importante para produzirmos o melhor Regimento Interno possível.”




A direção da Casa dos Conselhos foi procurada pelo conselheiro e abriu as portas para o Conselho de Cultura. A visita será acompanhada e deverá ocorrer no dia 9 de novembro após a primeira reunião do Conselho de Cultura.
Foto: Fachada da Casa dos Conselhos Municipais – Crédito: Delcimar Ferreira.

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Poesia Amazônia

Poesia: Amazônia

As aves não mais voam
Os peixes não mais nadam
Os pássaros não mais cantam
As pessoas não mais se amam.

Tudo isso por culpa do homem e a sua maldade
Tudo por culpa do homem e a sua falta de caridade.

As nossas matas desmatadas
As nossas florestas devastadas
Nossos animais em extinção
Nosso medo da poluição.

A Amazônia é nossa devemos protege lá
A Amazônia é nossa devemos ama lá.
Viva o verde, viva a Amazônia,
Viva os índios, viva a alegria.


Magno Oliveira é poeta, teve a poesia Heroico Sorriso publicada em 2011, no livro, Antologia Poética do 1º Concurso de Poesias Augusto dos Anjos. Teve inúmeras poesias publicadas em sites, jornais, revistas digitais, blogs entre outras redes sociais. Já participou e organizou projetos como, por exemplo, Um Poema Em Cada Árvore, Declame Para Drummond, Varal de Poesias, Exposição 2 artes.

Militante cultural e político atuante é membro do fórum permanente de cultura de Poá e do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) da mesma cidade. Fundador do partido-movimento RAiZ Movimento Cidadanista. Já organizou diversos eventos e projetos na área da cultura e educação na região do Alto Tietê.

Blogueiro e estudante de jornalismo é criador dos blogs Folhetim Esportivo e Folhetim Cultural. Já colaborou com o extinto jornal Mídia Ambiental e a extinta revista Vitrine Cultural. Esporadicamente escreve para o jornal Impacto Cultural de Poá - SP.

Twitter: @oliveirasmagno

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

REGIMENTO INTERNO UM DOS PRIMEIROS PASSOS DO CONSELHO DE CULTURA

Muitos sabem da luta da comunidade cultural e de diversos poaenses para que conseguíssemos ter a efetivação do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Poá (Conselho de Cultura). Muitos outros desconhecem esta história vitoriosa e dura ou até mesmo a existência e a finalidade de um Conselho Municipal. Para contribuir com a disseminação da informação sobre a existência dos conselhos municipais, principalmente o de cultura é que tenho produzido textos. Dias atrás falamos sobre a importância do Conselho de Cultura para as instituições da cidade, por exemplo. Hoje reservarei espaço, tempo e energia para falar do trabalho prático do conselho. Mais precisamente sobre a criação do Regimento Interno (RI). Quero mostrar a importância dele, para que serve e expor ideias que pretendo apresentar quando formos discuti-lo nas reuniões do conselho.

Leia Também: 

1º REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 9


O regimento interno disciplina o funcionamento do Conselho Municipal de Políticas Culturais, ou seja, para que o conselho caminhe na prática é preciso ter o RI pronto. Sua feitura não pode ser feita de qualquer forma, é preciso diálogo, discussão sobre os pontos, o que é importante ter. Tudo isso para dar respaldo ao conselheiro fazer seu trabalho da melhor maneira possível.

No RI deve constar coisas simples como dias e horários de reunião até questões complexas como criação de comissões para cuidar de determinados casos. Já pudemos notar, que a primeira pauta, o primeiro ato do conselho é a criação de seu RI. Até sugeri pessoalmente ao secretário que assim o faça. Vamos aguardar a primeira reunião, dia 09 de novembro, para ver o que acontecerá.

Agora para finalizar gostaria de compartilhar e receber um feedback seu, que está lendo sobre algumas sugestões, que pretendo fazer na construção do Regimento Interno seguem:

Reuniões ordinárias, fora do horário comercial, permitindo assim e incentivando a participação popular.

Criação de um blog oficial do Conselho para publicação de todos documentos, vídeos, informações e demais materiais que sejam referentes ao conselho.

Ex: Conselho Municipal de Goiania e o de São Caetano do Sul http://cmcdegoia.blogspot.com.br/ - https://concultscsul.wordpress.com

Criar canal oficial do Conselho de Cultura no youtube.

Transmitir ao vivo e in loco as reuniões ordinárias e extraordinárias do conselho, conforme disponibilidade técnica do espaço sede do encontro.

Disponibilizar áudio e vídeo das reuniões neste canal e demais redes sociais da Rede Mundial de Computadores (Internet).


Aqui estão algumas ideias de muitas, que pretendo expor aos amigos do conselho.

Fique a vontade para expor sua opinião e contribuir com este processo. Como já disse há algumas semanas atrás em outro texto: Meu desafio é fazer um mandato popular e democrático frente ao conselho de cultura de Poá.

Primeira reunião será na segunda-feira (09), às 10 horas da manhã, na Casa dos Conselhos localizada na Av. Pref. Francisco Rodrigues Filho, 421, Centro. Participe!


Magno Oliveira é poeta, teve a poesia Heroico Sorriso publicada em 2011, no livro, Antologia Poética do 1º Concurso Augusto dos Anjos. Teve inúmeras poesias publicadas em sites, jornais, revistas digitais, blogs entre outras redes sociais. Já participou e organizou projetos como, por exemplo, Um Poema Em Cada Árvore, Declame Para Drummond, Varal de Poesias, Exposição 2 artes.

Militante cultural e político atuante é membro do fórum permanente de cultura de Poá e do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) da mesma cidade. Fundador do partido-movimento RAiZ Movimento Cidadanista. Já organizou diversos eventos e projetos na área da cultura e educação na região do Alto Tietê.

Blogueiro e estudante de jornalismo é criador dos blogs Folhetim Esportivo e Folhetim Cultural. Já colaborou com o extinto jornal Mídia Ambiental e a extinta revista Vitrine Cultural. Esporadicamente escreve para o jornal Impacto Cultural de Poá - SP.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

1º REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 9

Data foi definida entre membros da sociedade civil do conselho e Secretaria de Cultura.

Fachada da Casa dos Conselhos Municipais – Crédito: Delcimar Ferreira.
Na segunda-feira (09), às 10 horas da manhã, na Casa dos Conselhos localizada na Av. Pref. Francisco Rodrigues Filho, 421, Centro. Ocorrerá o 1º encontro oficial do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Poá.

A implementação do conselho na cidade representa uma grande conquista para a cidade, principalmente para a comunidade cultural do município, que há anos vinha trabalhando a fim de sensibilizar o poder público poaense quanto a importância de se ter na cidade o CMPC. Vale ressaltar que de acordo com o Sistema Nacional de Cultura todo município brasileiro deve ter um conselho da cultura ativo. Este ano, justamente por não cumprir esta exigência do SNC, as instituições da cidade não puderam pleitear verba de um edital. Lançado em maio pelo Ministério da Cultura (MINC).

O Secretário de Cultura Douglas Aspasio sugeriu toda segunda, segunda do mês como dia para reuniões do Conselho de Cultura e dentro do horário comercial para serem realizadas. A sugestão e a definição da 1º data ocorreram durante reunião entre membros da sociedade civil do conselho representados por Rafa Osti, membro do conselho pelo Fórum Permanente de Cultura, Marco Senna, representante e presidente da Associação Cultural Opereta e Magno Oliveira membro do conselho pelo Instituto de Formação Política Augusto Boal e secretário e diretora de cultura da Secretaria de Cultura da cidade. “Sugerimos, que a primeira pauta do encontro seja a construção do Regimento Interno do Conselho de Cultura, que é de fundamental importância para que o conselho possa efetivamente caminhar, pois normatiza e dá respaldo. Apesar da sugestão do secretário, devemos definir dias e horários para os encontros nos debates de construção do Regimento Interno. Eu particularmente defendo horários, que facilitem a participação do povo nos encontros dos conselhos municipais. Outro ponto importante de salientar sobre o RI é que nele deve constar a criação de fóruns setoriais, que será mais um aliado da comunidade cultural junto ao poder executivo” Diz Oliveira.

A pauta até o momento não foi definida pela secretaria. Porém, foi sugerido, que a lei que institui o conselho na cidade fosse lida para que apontamentos fossem feitos a partir dela para construção do Regimento Interno.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

A IMPORTÂNCIA DO CONSELHO DE CULTURA PARA INSTITUIÇÕES DA CIDADE

Nós, diretamente envolvidos com o 3º setor, conhecemos de perto as dificuldades enfrentadas para se trabalhar em prol da população por meio de projetos sociais, culturais, educacionais, de combate à desigualdade social, onde muitas vezes substituem com excelência a ineficácia do poder público.


Muitas ONGs (Organizações Não-Governamentais) pelo país passam por dificuldades para funcionarem. Em nosso estado, região e cidade não são diferentes, infelizmente. É neste ponto, que entra o Conselho Municipal de Políticas Culturais – Conselho de Cultura (CMPC – Poá). A partir do Conselho podemos criar políticas públicas, que contribuam com o trabalho dessas importantes e necessárias instituições. Um exemplo é a municipalização do Cultura Viva programa idealizado por Célio Turino, reconhecido mundialmente como inovador e um dos mais importantes do século XXI. Para saber mais, leia o livro: Ponto de Cultura o Brasil de Baixo Para Cima. Disponível no site: http://celioturino.com.br/. Acho interessante e importante dissertar sobre este programa de forma especial num único texto dedicado exclusivamente para este projeto.


Da criação até sua aprovação e execução há um caminho longo a ser percorrido e dificuldades para serem enfrentadas. Foi assim com o Conselho de Cultura e será assim enquanto não tivermos no poder público, pessoas, que pensem verdadeiramente em gente e coloquem o ser humano em 1º lugar.

Outro ponto importante para as instituições da cidade e o conselho de cultura está diretamente relacionado é sobre a participação destas em editais do governo federal e estadual para pleitear verba para darem prosseguimento às suas atividades. Prova disso, foi o fato de em maio, o Governo Federal ter aberto edital, porém nenhuma instituição da cidade pôde participar, pois o Conselho de Cultura não estava devidamente regularizado. Era exigido ter na cidade o conselho ativo, e não era a nossa situação naquele momento. Uma falha do poder público que fez com que a cidade perdesse e muito. Agora que conseguimos (comunidade cultural) esta vitória, ONGs como as citadas acima e outras desde associação de moradores de bairro, grupo Esperança (Nova Poá), escolas de samba entre outras poderão participar deste tipo de edital, trazendo verba para a cidade e beneficiando diretamente nossa cidade.


O Conselho de Cultura pode e muito contribuir com a cidade, para isso é importante a união e somatória de forças para que ele possa cumprir com maestria sua função.
                        

Magno Oliveira é poeta, teve a poesia Heroico Sorriso publicada em 2011, no livro, Antologia Poética do 1º Concurso Augusto dos Anjos. Teve inúmeras poesias publicadas em sites, jornais, revistas digitais, blogs entre outras redes sociais. Já participou e organizou projetos como, por exemplo, Um Poema Em Cada Árvore, Declame Para Drummond, Varal de Poesias, Exposição 2 artes.

Militante cultural e político atuante é membro do fórum permanente de cultura de Poá e do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) da mesma cidade. Fundador do partido-movimento RAiZ Movimento Cidadanista. Já organizou diversos eventos e projetos na área da cultura e educação na região do Alto Tietê.

Blogueiro e estudante de jornalismo é criador dos blogs Folhetim Esportivo e Folhetim Cultural. Já colaborou com o extinto jornal Mídia Ambiental e a extinta revista Vitrine Cultural. Esporadicamente escreve para o jornal Impacto Cultural de Poá - SP.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Reorganização Escolar ou Desorganização Escolar?

Reorganização Escolar ou Desorganização Escolar?

A Secretaria Estadual da Educação de São Paulo, chefiada pelo secretário, Herman Voorwald, está executando um plano chamado de Reorganização Escolar. As instituições de ensino pública serão divididas por ciclos. Com isso o governo de São Paulo diz que beneficiará cerca de 1 milhão de alunos, pois a qualidade do ensino melhorará.  Na prática esta "organização" diminuirá o número de escolas em atividade no Estado. Estes 1 milhão de estudantes "beneficiados" são jovens, que serão transferidos de uma escola para outra. 

Pois bem, povo! No começo do ano letivo choveram matérias falando sobre superlotação de salas como esta do Estadão (http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,escola-de-sp-tem-sala-com-ate-85-estudantes,1632556). Fechar escola, é óbvio, que este problema não vai melhorar.

O que garantirá melhor educação serão salas com menos estudantes, penso em 15 ou 20 alunos no máximo. Permitindo assim melhor desenvolvimento das aulas ministradas pelos professores, que são mal remunerados, trabalham na maioria das vezes em situação precária.

Ao falarmos de educação, falamos de um dos setores mais importantes para o país. Estamos mexendo com gente, é preciso cuidado e um olhar humano. Olhar humano em falta ao governador, pois mandar a polícia descer o porrete em manifestantes só demonstra sua falta de diálogo com quem pensa o contrário de si, não baixa a cabeça e diz amém para suas medidas, medidas na maioria das vezes tomadas sem consulta prévia aos envolvidos diretos. As escolas, nos últimos dias, apenas receberam ligações de aviso sobre o possível fechamento. Nada democrático, não é mesmo?


Sou contra esta reorganização pela forma aplicada e gerida. É necessário discutir de forma ampla com a sociedade toda mudança, que vá influenciar diretamente sua estrutura como é o caso desta proposta. Precisamos investir em gente e melhor as verbas deste setor. Trabalhar cultura, esporte, saúde, entretenimento e lazer em conjunto. Uma está diretamente ligada a outra. É necessário um plano educacional audacioso, que vise os próximos 50 anos, este plano precisa ser formada por políticas públicas amplamente debatidas e estudado por pessoas envolvidas e as que se despuserem a independente de qualquer coisa construir uma sociedade melhor.

Poesia: Amazônia

As aves não mais voam
Os peixes não mais nadam
Os pássaros não mais cantam
As pessoas não mais se amam.

Tudo isso por culpa do homem e a sua maldade
Tudo por culpa do homem e a sua falta de caridade.

As nossas matas desmatadas
As nossas florestas devastadas
Nossos animais em extinção
Nosso medo da poluição.

A Amazônia é nossa devemos protege lá
A Amazônia é nossa devemos ama lá.
Viva o verde, viva a Amazônia,
Viva os índios, viva a alegria.


Magno Oliveira é poeta, teve a poesia Heroico Sorriso publicada em 2011, no livro, Antologia Poética do 1º Concurso de Poesias Augusto dos Anjos. Teve inúmeras poesias publicadas em sites, jornais, revistas digitais, blogs entre outras redes sociais. Já participou e organizou projetos como, por exemplo, Um Poema Em Cada Árvore, Declame Para Drummond, Varal de Poesias, Exposição 2 artes.

Militante cultural e político atuante é membro do fórum permanente de cultura de Poá e do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) da mesma cidade. Fundador do partido-movimento RAiZ Movimento Cidadanista. Já organizou diversos eventos e projetos na área da cultura e educação na região do Alto Tietê.

Blogueiro e estudante de jornalismo é criador dos blogs Folhetim Esportivo e Folhetim Cultural. Já colaborou com o extinto jornal Mídia Ambiental e a extinta revista Vitrine Cultural. Esporadicamente escreve para o jornal Impacto Cultural de Poá - SP.

Twitter: @oliveirasmagno

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Poesia: Seu Negro Olhar

Seu Negro Olhar

Seu negro olhar
É luz, meu guia.
Você trás a alegria,
para eu sobreviver dia após dia.

Não lhe ver
Faz-me sofrer.
É martírio.

O seu sorriso
É bem mais do que eu preciso.

O seu sorriso
É mais belo que qualquer flor.

Seja rosa, lírio.
o que for,
mas seja o meu amor.


Magno Oliveira é poeta, teve a poesia Heroico Sorriso publicada em 2011, no livro, Antologia Poética do 1º Concurso Augusto dos Anjos. Teve inúmeras poesias publicadas em sites, jornais, revistas digitais, blogs entre outras redes sociais. Já participou e organizou projetos como, por exemplo, Um Poema Em Cada Árvore, Declame Para Drummond, Varal de Poesias, Exposição 2 artes.

Militante cultural e político atuante é membro do fórum permanente de cultura de Poá e do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) da mesma cidade. Fundador do partido-movimento RAiZ Movimento Cidadanista. Já organizou diversos eventos e projetos na área da cultura e educação na região do Alto Tietê.

Blogueiro e estudante de jornalismo é criador dos blogs Folhetim Esportivo e Folhetim Cultural. Já colaborou com o extinto jornal Mídia Ambiental e a extinta revista Vitrine Cultural. Esporadicamente escreve para o jornal Impacto Cultural de Poá - SP.

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Saudades

Saudade é uma palavra que só existe em nossa língua. Mas, afinal, o que é saudade?

As professoras Angela Flores e Claudete Leal da E.E. Profº Benedita Garcia da Cruz, após visitarem com alunos a exposição “Arte da lembrança e saudade na fotografia brasileira” no Itaú Cultural tiveram a feliz ideia de criar o Projeto Saudades, por ele, estimularam os alunos produzirem desenhos, crônicas, poemas, poesias, charges e todo tipo de expressão artística onde pudesse expressar saudade de alguém ou algo, colocar sua visão sobre o que pensa ser saudade.

O resultado foi magnifico, de forma pequena contribui com sugestões e fui convidado para um grande evento cultural organizado pela escola. Neste dia os alunos leram e expuseram seus textos, havia dezenas de charges, hai kais, desenhos, poesias, entre outros trabalhos manuais e artísticos produzidos todos pelos alunos. Além disso, os textos dos alunos tornaram-se livros. São 164 páginas repletas de histórias emocionantes, engraçadas, declarações simples e ao mesmo tempo grandiosas. Enchem os olhos de alegria e emoção de quem lê, pois é possível notar o quão ser humano são nossos jovens, que hoje se preparam para o futuro em nossas escolas. À quem gosta de ler bons textos recomendo a leitura do livro Projeto Saudades.

Não poderia deixar de concluir este texto sem não falar da infeliz iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, PSDB e Geraldo Alckmin, de fechar escolas em todo o estado, sendo que serão 1000 ao todo. É por estes e outros projetos, que comprovamos ser péssima esta iniciativa. Deixem nossas escolas abertas, vivas, construindo uma sociedade melhor. A educação de nossa cidade, estado e país realmente precisam melhorar, porém não será fechando escola que isto acontecerá.


#SOMOSTODOSBENEDITA #NÃOFECHEMNENHUMAESCOLA

Magno Oliveira

Poesia: Amazônia

As aves não mais voam
Os peixes não mais nadam
Os pássaros não mais cantam
As pessoas não mais se amam.

Tudo isso por culpa do homem e a sua maldade
Tudo por culpa do homem e a sua falta de caridade.

As nossas matas desmatadas
As nossas florestas devastadas
Nossos animais em extinção
Nosso medo da poluição.

A Amazônia é nossa devemos protege lá
A Amazônia é nossa devemos ama lá.
Viva o verde, viva a Amazônia,
Viva os índios, viva a alegria.


Magno Oliveira é poeta, teve a poesia Heroico Sorriso publicada em 2011, no livro, Antologia Poética do 1º Concurso de Poesias Augusto dos Anjos. Teve inúmeras poesias publicadas em sites, jornais, revistas digitais, blogs entre outras redes sociais. Já participou e organizou projetos como, por exemplo, Um Poema Em Cada Árvore, Declame Para Drummond, Varal de Poesias, Exposição 2 artes.

Militante cultural e político atuante é membro do fórum permanente de cultura de Poá e do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) da mesma cidade. Fundador do partido-movimento RAiZ Movimento Cidadanista. Já organizou diversos eventos e projetos na área da cultura e educação na região do Alto Tietê.

Blogueiro e estudante de jornalismo é criador dos blogs Folhetim Esportivo e Folhetim Cultural. Já colaborou com o extinto jornal Mídia Ambiental e a extinta revista Vitrine Cultural. Esporadicamente escreve para o jornal Impacto Cultural de Poá - SP.

Twitter: @oliveirasmagno

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Poesia: Seu Sorriso

Poesia: Seu Sorriso

Quando parece não haver solução
Penso em você.
Bravamente sigo o meu caminho.
Apesar de triste e sozinho
Você me dá esperança,
De um dia ter de volta o meu sorriso de criança,
Sorriso puro, bonito e cheio de ingenuidade,
apesar de vivermos neste mundo cheio de falsidade.
Em seu sorriso vejo a felicidade,
Leveza e suavidade.
Levo seu sorriso em pensamento
Caminho alegre pela cidade
Procuro seu sorriso a todo o momento
O procuro com ansiedade,
Pois quando encontro, tenho uma bela tarde.
Contigo me sinto bem, seu sorriso me traz paz
Passar instantes com você é bom, eu quero mais.



Poesia: Amazônia

As aves não mais voam
Os peixes não mais nadam
Os pássaros não mais cantam
As pessoas não mais se amam.

Tudo isso por culpa do homem e a sua maldade
Tudo por culpa do homem e a sua falta de caridade.

As nossas matas desmatadas
As nossas florestas devastadas
Nossos animais em extinção
Nosso medo da poluição.

A Amazônia é nossa devemos protege lá
A Amazônia é nossa devemos ama lá.
Viva o verde, viva a Amazônia,
Viva os índios, viva a alegria.


Magno Oliveira é poeta, teve a poesia Heroico Sorriso publicada em 2011, no livro, Antologia Poética do 1º Concurso de Poesias Augusto dos Anjos. Teve inúmeras poesias publicadas em sites, jornais, revistas digitais, blogs entre outras redes sociais. Já participou e organizou projetos como, por exemplo, Um Poema Em Cada Árvore, Declame Para Drummond, Varal de Poesias, Exposição 2 artes.

Militante cultural e político atuante é membro do fórum permanente de cultura de Poá e do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) da mesma cidade. Fundador do partido-movimento RAiZ Movimento Cidadanista. Já organizou diversos eventos e projetos na área da cultura e educação na região do Alto Tietê.

Blogueiro e estudante de jornalismo é criador dos blogs Folhetim Esportivo e Folhetim Cultural. Já colaborou com o extinto jornal Mídia Ambiental e a extinta revista Vitrine Cultural. Esporadicamente escreve para o jornal Impacto Cultural de Poá - SP.

Twitter: @oliveirasmagno

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Posse do Conselho de Cultura de Poá terá apresentações artísticas

Programação está sendo organizada pelo Fórum Permanente de Cultura de Poá, formado por instituições e militantes culturais do município.


Nesta sexta-feira, às 20 horas, na Praça de Eventos (Avenida Antônio Massa, 150, Centro - Poá), haverá cerimônia de posse dos conselheiros, que integrarão o Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) de Poá. Além do ritual de posse costumeiro, o Fórum Permanente de Cultura, formado por: Folhetim Cultural, Gaia Brasil, Espaço Cultural Opereta, IFAB e militantes culturais organizou uma programação com música, literatura, fotografia, entre outras atrações.

Programação

Exposição – Maquete Vila do Chaves – Anderson Bernadelli
Recital de Poesias – Magno Oliveira
Apresentação Musical de Arley MC
Execução do Hino Nacional – Hugo Prado
Exposição de fotos de Giulia Martins e William Ferro

A formação do Conselho por parte da sociedade civil ficou desta forma: Titulares: ONG Marco Senna (Opereta) e Claudio Domingos Fernandes (IFAB). Suplentes: Douglas Trevo de Ouro (Escola de Samba Trevo de Ouro) e Magno Oliveira (IFAB). Titulares: Fórum Permanente de Cultura Hugo Prado e Rafa Osti. Suplentes: William Ferro, Maria Dolores. Representante por empresa Clayton Thiago e seu suplente será Alexandre Rafael Barbetta. A formação por parte do executivo será anunciada na posse.

“A posse marca uma grande vitória para a cidade, pois Poá se adequa ao Sistema Nacional de Cultura, entidades e artistas poderão pleitear verba do Governo Federal, inclusive passou um edital e não pudemos participar, pois a cidade não estava com Conselho de Cultura regularizado. Uma falha da prefeitura, que prejudicou toda comunidade”. Diz Magno Oliveira, poeta, membro do fórum e do conselho. “Nosso município será muito beneficiado e o conselho cumprindo seu papel fará com que avancemos na implantação de políticas públicas na área da cultura.” Finaliza Oliveira.

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Poesia: Heroico Sorriso

Heroico Sorriso

Seu corpo é mais que um paraíso,
Ele é meu refúgio e esconderijo.
Nas noites frias faço dele meu abrigo,
Em pensamento viajo em suas curvas,
Encaro meus fantasmas, mantendo a fé no seu heroico sorriso.
Encarar a realidade, meus medos, minhas fraquezas,
É difícil, mas encará-los é preciso.
O seu corpo de mulher
E o seu sorriso de menina
Me mantém firme, ainda tenho fé.
A esperança nos ensina.
Aprendi contigo, a base é o verdadeiro ombro amigo.
Se o encanto um dia acabar, ainda assim me leve consigo.
Eu não minto, não finjo,
Mantenho minha personalidade,
Buscando a felicidade.
No caminho podemos sangrar,
Mas quando formos nos encontrar
Mantenha seu heroico sorriso.


Poesia: Amazônia

As aves não mais voam
Os peixes não mais nadam
Os pássaros não mais cantam
As pessoas não mais se amam.

Tudo isso por culpa do homem e a sua maldade
Tudo por culpa do homem e a sua falta de caridade.

As nossas matas desmatadas
As nossas florestas devastadas
Nossos animais em extinção
Nosso medo da poluição.

A Amazônia é nossa devemos protege lá
A Amazônia é nossa devemos ama lá.
Viva o verde, viva a Amazônia,
Viva os índios, viva a alegria.


Magno Oliveira é poeta, teve a poesia Heroico Sorriso publicada em 2011, no livro, Antologia Poética do 1º Concurso de Poesias Augusto dos Anjos. Teve inúmeras poesias publicadas em sites, jornais, revistas digitais, blogs entre outras redes sociais. Já participou e organizou projetos como, por exemplo, Um Poema Em Cada Árvore, Declame Para Drummond, Varal de Poesias, Exposição 2 artes.

Militante cultural e político atuante é membro do fórum permanente de cultura de Poá e do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) da mesma cidade. Fundador do partido-movimento RAiZ Movimento Cidadanista. Já organizou diversos eventos e projetos na área da cultura e educação na região do Alto Tietê.

Blogueiro e estudante de jornalismo é criador dos blogs Folhetim Esportivo e Folhetim Cultural. Já colaborou com o extinto jornal Mídia Ambiental e a extinta revista Vitrine Cultural. Esporadicamente escreve para o jornal Impacto Cultural de Poá - SP.

Twitter: @oliveirasmagno